Letra da Música

Filho meu não temas, essa prova não vai te fazer parar
O deserto é permissão para te qualificar
Pra ser vaso aprovado o oleiro amassa o barro
Faz como ele quer
Assim é você nas minhas mãos
Filho aguente a provação
Eu vou te tirar do vale
Filho você vai ver, vou te surpreender com minhas promessas

Eu sou Deus que quando falo está falado
Não há quem possa me deter
Hoje eu já decidi que eu vou me revelar pra você

Refrão
*Eu sou Deus que fecho a boca do leão para te proteger
Eu sou teu Deus que quando entro na batalha entro pra vencer
Você é meu filho que eu amo, que eu guardo, que eu não abro mão
Eu te prometi que vou te honrar e te fazer um grande campeão
Pode vir o vento forte, a tempestade ou a fúria do mar
Na palma da mão eu te carrego, te sustento e não vou te deixar
Eu te envolvo em meus mistérios, se revista, sinta minha unção
E pra provar que eu sou teu Deus Eu te renovo hoje aqui

Ponte: (Final
Receba aí a minha graça, receba aí a minha unção
Receba aí autoridade para pisar serpente e escorpião
Receba aí o teu milagre, receba aí prosperidade
Receba aí a cura pra ferida
Pra você eu abro a porta de saída